Seguidores

segunda-feira, 10 de junho de 2013

SEMPRE NAMORADOS

SEMPRE NAMORADOS
*
Em seu olhar insistente,
Um olhar apaixonado.
Na sua mão estendida
Um buquê era ofertado
Um beijo apenas na mão
Balançou meu coração
Que ficou enamorado.
*
Não noivamos, nem casamos,
Nem teve papel passado
Porém chegaram os filhos
E o elo foi confirmado.
Vivo assim a minha vida
Sendo eu sua querida
E você meu namorado.
*
Sempre sou surpreendida,
Com sua dedicação.
A cada atitude sua,
Transbordo de emoção
Ser sua namorada
É esta minha estrada,
Ordenou meu coração.
*
Xilo de Jota Borges
Versos de Dalinha Catunda

Um comentário:

  1. Olá!
    Este Blog CORDEL DE SAIA está sendo para mim um grande achado. Muito bom! Sou suspeito pra falar de Cordel, uma vez que até "tento" escrevê-los, da minha maneira, claro. Visitem meu Blog! Lá eu posto tudo que escrevo, de forma bem simples, numa salada interdisciplinar e multicultural. Abraços!

    ResponderExcluir