Seguidores

sábado, 30 de maio de 2020

Da série: NA REDE COM DALINHA V


XODÓ DESMANTELADO
*
Eu fui lá ver se te via
Voltei sem te avistar
Até gritei, ô de casa!
Sem a resposta escutar
Mas vou voltar outro dia
Basta a saudade apertar.
*
Pra não perder a viagem
Minha rede vou levar
Vou armar no teu alpendre
Nela vou me balançar
Até a boca da noite
Até o galo cantar.
*
Porém se eu pegar no sono
Não se acanhe, por favor,
Quero embalar a paixão
Sem tramela e sem pudor
Quero o gemido da rede
Na zoada do armador.
*
Assim é nosso namoro
Assim é nosso xodó
Bem querer desmantelado
Mas é um chamego só
Um roendo pelo outro
Ninguém desata esse nó.
*
Foto e versos de Dalinha Catunda
dalinhaac@gmail.com

Um comentário: